Joal Teitelbaum | Revista Best Home – Edição 50
16291
page-template-default,page,page-id-16291,qode-listing-1.0.1,qode-social-login-1.0,qode-news-1.0.2,qode-quick-links-1.0,qode-restaurant-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-13.0,qode-theme-bridge,bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.4,vc_responsive
 

Revista Best Home – Edição 50

Edição 50 – Ano 12 – Setembro, Outubro e Novembro de 2016

EDITORIAL DO MÊS

PERENIDADE E EXCELÊNCIA

Neste mês de outubro, a JOAL TEITELBAUM completou 55 anos e a Revista Best Home está chegando a sua 50ª edição.

A Best Home nasceu em 2003, da visão do Engenheiro Joal Teitelbaum em criar uma ferramenta inovadora de relacionamento com o Cliente e que nos permitisse um contato direto com o mercado. Desde então, nossa revista vem se atualizando e trazendo ao leitor uma gama inesgotável de informações que, quando internalizadas, viram conhecimento.

O editorial, sempre assinado pelo fundador, Engenheiro Joal Teitelbaum, agora está sendo formatado pela nossa Diretoria Executiva, mostrando que é enorme o desafio de escrevê-lo e que não há como substituir as palavras de quem era tão sábio e perspicaz em colocá-las sempre de forma verdadeira e no lugar certo, na hora certa.

A década de 1960 estava iniciando e, após desenvolver e administrar projetos de residências, estava chegando o momento do Engenheiro Civil formado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul alçar voos mais arrojados. Surgia um inovador e arrojado projeto de um prédio com um apartamento por andar, com vão livre de onze metros em um living todo envidraçado e com vista para o que hoje é o Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Estava nascendo o projeto do edifício San Ciro, motivo de grande orgulho do nosso pai. Após localizar o terreno, na rua Almirante Abreu, próxima ao Parcão, consultou “experts” do mercado imobiliário, que lhe afirmaram que “se o bonde não passava por ali, então não iria dar certo …”. Entretanto, o inquieto engenheiro em início de carreira seguiu a sua intuição e foi adiante! O material do futuro empreendimento utilizado para mostrar aos interessados era uma imagem da planta provisória do apartamento pintada com aquarela e caneta hidrocor sobre uma cópia heliográfica. Talvez os mais novos nem tenham conhecido as cópias heliográficas, que são do tempo do mimeógrafo.

Com a opção do terreno em mãos e a coragem e a vontade para iniciar a montagem do seu primeiro grande projeto, buscou um financiamento na então Caixa Econômica Estadual para fazer um tapume de madeira, colocou uma pequena placa e passou a ficar no local nos finais de semana e buscar por interessados na cidade para fechar o seu primeiro grupo de condomínio de uma obra no sistema de preço de custo e grupo fechado. Logo foram aparecendo interessados e, aos poucos, o grupo foi sendo fechado. Os condôminos passaram a conhecer o que era acompanhar uma construção com assembleias gerais e a participação, com total transparência, de todos os envolvidos. Foram quatro anos até que, em 1968, estava concluída a obra do Edifício San Ciro.

Este é um pedacinho da história dos nossos cinquenta e cinco anos e que fará parte do livro que estamos escrevendo sobre a nossa empresa. Somos, orgulhosamente, uma organização com gestão 100% familiar, profissionalizada e idealizada pelo nosso pai. A união e a experiência dos três irmãos nos tornam cada vez mais fortes para entregar o que nos comprometemos com nossos clientes e com a sociedade, sempre valorizando o belo trabalho na área social que vem sendo desenvolvido de forma muito competente por nossa mãe.

A perenidade e a excelência são desafios enormes que temos pela frente. Em seu último editorial, o Engenheiro Joal Teitelbaum nos ensinou que “o futuro a Deus pertence, mas é hoje que a humanidade constrói o amanhã”. Vamos seguir utilizando as ferramentas que este Líder com “L” maiúsculo nos presenteou para que sigamos seu desejo de termos uma “boa viagem pelos caminhos finitos do infinito”.

Boa leitura!